terça-feira, 29 de maio de 2018

Como manter o cérebro em forma através da Neoróbica



O cérebro também vai perdendo sua capacidade produtiva ao longo dos anos e, se não for treinado com exercícios, pode falhar. O neurocientista norte-americano, Larry Katz, autor do livro Mantenha seu Cérebro Vivo, criou o que é chamado de neuróbica, ou seja, uma ginástica específica para o cérebro.

A teoria de Katz é baseada no argumento de que, tal como o corpo, para se desenvolver de forma equilibrada e plena, a mente também precisa ser treinada, estimulada e desenvolvida. É comum não prestamos atenção naquilo que fazemos de forma mecânica, por isso costumamos esquecer das ações que executamos pouco tempo depois.

"O objetivo da neuróbica é estimular os cinco sentidos por meio de exercícios, fazendo com que você preste mais atenção nas suas ações e então, melhore seu poder de concentração e a sua memória", explica a psicóloga especialista em análise comportamental e cognitiva, Mariuza Pregnolato. "Não se trata de acrescentar novas atividades à sua rotina, mas de fazer de forma diferente o que é realizado diariamente".

Para o neurologista da Unifesp Ivan Okamoto, tais exercícios ajudam a desenvolver habilidades motoras e mentais que não costumamos ter em nosso dia a dia, porém, tais habilidades em nada se relacionam com a memória.

"Se você é destro e começa a escrever com a mão esquerda, desenvolverá sua coordenação motora de modo a conseguir escrever com as duas mãos e caso um dia, tenha algum problema que limite a escrita com a mão direita, terá a esquerda bem capacitada para isso. Mas o fato de praticar este tipo de exercício não significa que você se verá livre de problemas como esquecer de pagar as contas, tomar o remédio, ou algo do gênero", explica o especialista.

Como funciona a neuróbica?

A neuróbica consiste na inversão da ordem de alguns movimentos comuns em nosso dia a dia, alterando nossa forma de percepção, sem, contudo, ter que modificar nossa rotina. O objetivo é executar de forma consciente as ações que levam à reações emocionais e cerebrais. São exercícios que vão desde ler ao contrário até conversar com o vizinho que nunca dá bom dia, mas que mexem com aspectos físicos, emocionais e mentais do nosso corpo. "São esses hábitos que ajudam a estimular a produção de nutrientes no cérebro desenvolvendo suas células e deixando-o mais saudável", explica Mariuza Pregnolato, psicóloga especialista em análise comportamental e cognitiva.

Quanto mais o cérebro é treinado, mais afiado ele ficará, mas para isso não precisa se matar nos testes de QI ou nas palavras cruzadas para ter resultados satisfatórios. "Estas atividades funcionam, mas a neuróbica é ainda mais simples. Em vez de se inscrever em um super desafio de matemática e ficar decorando fórmulas, que tal vestir-se de olhos fechados ou andar de trás para frente?", sugere a especialista. A proposta da neuróbica é mudar o comportamento rotineiro para "forçar" a memória. Por isso, é recomendável virar fotos de cabeça para baixo para concentrar a atenção ou usar um novo caminho para ir ao trabalho.

O papel dos sentidos

O programa de exercícios da neuróbica oferece ao cérebro experiências fora da rotina, usando várias combinações de seus sentidos - visão, olfato, tato, paladar e audição, além dos "sentidos" de cunho emocional e social.

"Os exercícios usam os cinco sentidos para estimular a tendência natural do cérebro de formar associações entre diferentes tipos de informações, assim, quando você veste uma roupa no escuro, coloca seus sentidos em sinal de alerta para a nova situação. Se a visão foi dificultada, e é isso que faz com que você sinta o efeito dos exercícios, outros sentidos serão aguçados como compensação", explica Mariuza.

Para estimular o paladar, uma dica bacana é fazer combinações gastronômicas inusitadas. Já pensou em misturar doce com salgado? Maionese com leite condensado?
Corpinho de 40 e mente de 20!

A neuróbica não vai lhe devolver o cérebro dos vinte anos, mas pode ajudá-lo a acessar o seu arquivo de memórias. "Não dá para aumentar nossa capacidade cerebral, o que acontece é que com os exercícios você consegue ativar áreas do seu cérebro que deixou de usar por falta de treino", explica Mariuza.

"Você só estimula o cérebro se o exercita, por isso quem sempre esteve atento a esta questão terá menos problemas de saúde cerebral, como demência e doenças cognitivas, como Alzheimer", considera a especialista.

9 exercícios de quebra de rotina


2- Ande pela casa de trás para frente

3- Vista-se de olhos fechados

4- Veja as horas num espelho

5- Troque o mouse do computador de lado

6- Escove os dentes utilizando as duas mãos

7- Quando for trabalhar, utilize um percurso diferente do habitual

8- Introduza pequenas mudanças nos seus hábitos cotidianos, transformando-os em desafios para o seu cérebro

9- Faça alguma atividade diferente com seu outro lado do corpo e estimule o seu cérebro. 

Se você é destro, que tal escrever com a outra mão?

3 exercícios de memorização

Treinar a memória também ajuda a desenvolver a mente. Tente esses exercícios:

1- Ao entrar numa sala onde esteja muita gente, tente determinar quantas pessoas estão do lado esquerdo e do lado direito. Identifique os objetos que decoram a sala, feche os olhos e enumere-os

2- Experimente memorizar aquilo que precisa comprar no supermercado, em vez de elaborar uma lista. Utilize técnicas de memorização ou separe mentalmente o tipo de produtos que precisa. Desde que funcionem, todos os métodos são válidos

3- Ouça as notícias na rádio ou na televisão quando acordar. Durante o dia escreva os pontos principais de que se lembrar
9 exercícios com palavras e habilidades cognitivas


Aprimorar novas habilidades sempre ajuda a exercitar o cérebro. Experimente essas dicas:

1- Estimule o paladar, coma comidas diferentes

2- Leia ou veja fotos de cabeça para baixo concentrando-se em pormenores nos quais nunca tinha reparado

3- Folheie uma revista e procure uma fotografia que lhe chame a atenção. Agora pense 25 adjetivos que ache que a descrevem a imagem ou o tema fotografado

4- Quando for a um restaurante, tente identificar os ingredientes que compõem o prato que escolheu e concentre-se nos sabores mais subtis. No final, tire a prova dos nove junto ao garçom ou chef

5- Selecione uma frase de um livro e tente formar uma frase diferente utilizando as mesmas palavras

6- Experimente jogar qualquer jogo ou praticar qualquer atividade que nunca tenha tentado antes

7- Compre um quebra cabeças e tente encaixar as peças corretas o mais rapidamente que conseguir, cronometrando o tempo. Repita a operação e veja se progrediu

8- Recorrendo a um dicionário, aprenda uma palavra nova todos os dias e tente introduzi-la (adequadamente!) nas conversas que tiver

9 - Ao ler uma palavra pense em outras cinco que começam com a mesma letra
Hábitos saudáveis

"A melhor maneira de manter a memória em dia é cuidar da saúde, por isso é importante evitar cigarro e bebidas alcoólicas, seguir uma dieta equilibrada, praticar exercícios e exercitar o cérebro. Manter a atividade mental, seja trabalhando ou participando de alguma atividade em grupo, ajuda a elevar a autoestima e deixar a memória a todo vapor", explica o especialista.

segunda-feira, 21 de maio de 2018

Benefícios da pratica Esportiva durante o Inverno -Terceira Idade -







Há quem diga que no inverno as pessoas ficam mais elegantes, bonitas e também mais dispostas. Para algumas pessoas a realidade é completamente outra. O frio passa a ter outro papel além do desconforto térmico e começa a ser uma súplica causando intermináveis dores corporais.
Quando a estação mais gelada se instala com suas baixas temperaturas, é hora de cuidar ainda mais da saúde e do corpo.

Em todas as estações, os exercícios físicos para idosos são benéficos,mas em especial o inverno pois durante o inverno, praticamente dobra o número de atendimento a pessoas com dores musculares. São indivíduos que chegam ao pronto socorro se queixando de desconforto no pescoço, nas pernas e nas costas. Isso acontece porque nos dias frios há uma tendência maior a contrair os músculos do corpo, se encolher e se movimentar menos, o que causa maior rigidez muscular.

Além disso, os exercícios melhoram o equilíbrio e a flexibilidade, garantem autonomia e independência para o dia a dia, elevam a autoestima e permitem a socialização, aumentando a qualidade e expectativa de vida.

No inverno, os benefícios dos exercícios para terceira idade são ainda maiores. Nesse período, os idosos ficam com os músculos do corpo mais contraídos e tendem a se movimentar menos, passando a apresentar maior rigidez muscular.

Essa rigidez pode causar dores, resultar em quadros de artrose que costumam se complicar e, ainda, apresentar doenças respiratórias.



Dores que aumentam ou surgem com a chegada do inverno 


Com o frio do inverno, as terminações nervosas tornam-se bem mais sensíveis, o corpo tende a forçar mais os músculos, a fim de produzir mais calor e diminuir a sensação de frio. É por essa razão que as pessoas sentem mais dores no corpo”,

As dores nas articulações aumentam, pois a temperatura baixa deixa a sensibilidade mais evidente, principalmente em quem já sofre com a artrose. 

A musculatura permanece em constante reação de defesa nesta época do ano, realizando contrações involuntárias, o que torna algumas partes do corpo doloridas. 
Nas articulações, o líquido sinovial – que fica entre as articulações e tendões, fica mais espesso com o esfriamento do corpo o que pode limitar os movimentos e também gerar incômodo e a má circulação do sangue que acontece porque nossos corpos tendem a ficam mais encolhidos, com os músculos contraídos.

Os cuidados para que os problemas de saúde não interfiram no treino dos idosos estão relacionados à boa alimentação, à hidratação frequente e à prática de exercícios.


Para se prevenir, confira algumas dicas:


-Mantenha o corpo aquecido, em especial as extremidades e o pescoço, pois a friagem pode causar torcicolo e provocar contraturas musculares.

- Exercite-se no inverno. Muitas pessoas desistem de praticar exercícios físicos nessa época do ano, mas aquecimento e alongamento são fundamentais neste período porque a musculatura fica mais contraída e a incidência de lesões é maior. Além disso, o alongamento ativa a circulação e diminui o frio.

De acordo com o fisioterapeuta e acupunturista, a realização de exercícios físicos nessa época do ano é fundamental. Para quem sofre de doenças crônicas, o clima frio pode agravar a situação. Por isso, o sedentarismo é o grande vilão nesse momento e a dica é manter o corpo em movimento.
Bruno Villaça recomenda a prática de caminhadas e alongamentos diariamente, pois são atividades físicas complementares e orientadas a quase todas as pessoas, em qualquer idade. “O que não pode acontecer é ficar sem a prática de exercícios físicos durante os dias frios. A recomendação é não ficar parado. Nesse inverno, mexa-se”!

quinta-feira, 17 de maio de 2018

Bolsa Térmica de Sementes para Dores Musculares e Cólicas





A Bolsa Térmica de Sementes é usada como calor ou frio para tratamento de dores, machucados e lesões. Foi desenvolvido para atender essas necessidades, pois se transforma facilmente de um saquinho de calor úmido, quando aquecido no microondas, em um saquinho frio, quando deixado no congelador.

Use quente(calor úmido) ou frio;
Tecido 100% algodão
Reutilizável
Feito de grãos 100% naturais;
Design ajustável a qualquer parte do corpo;
Não necessita adicionar água.

POR QUE TERAPIA COM CALOR ÚMIDO?

Esse produto permite a penetração profunda do calor úmido quando ativado no microondas(diferente do calor seco produzido por bolsas de gel, bolsas de água quente).

O calor úmido é mais indicado pelos profissionais da saúde, pois penetra mais profundamente e rapidamente para aumentar a circulação e relaxar os músculos. A terapia com calor é indicada após a redução do inchaço causado por lesões e machucados para complemento do tratamento da dor. A terapia com calor pode também ser usada diariamente para dores e tensões associadas ao estresse e estilo de vida agitado.

Penetração mais profunda do calor nos tecidos, comparando com outras bolsas;
Aumento da circulação sanguínea ajudando a inflamação nas articulações, bem como manter a flexibilidade. Isto é, especialmente eficaz para aqueles que sofrem de artrose e artrite reumatóide;
Tratamento de tensões causadas por contraturas musculares, distensões e estresse.
Alívio da dor e inchaço causados por cólicas menstruais e cólicas em bebês.

MODO DE USAR: Aqueça no microondas sem o plástico, o tempo varia em cada aparelho. Ideal aquecer entre 1min15s e 2min30s.


POR QUE TERAPIA COM FRIO?

A terapia com frio é geralmente usada nos primeiros dias de machucados e lesões para ajudar a diminuir o inchaço e espasmos musculares causados por processo inflamatório inicial.

MODO DE USAR: Deixe o saquinho no congelador por no mínimo 8 horas antes de usa-lo, não permita contato com gelo ou água.

Comprimento: 38cm

Largura: 12cm

Altura: 2cm

Estampas Variadas

ATENÇÃO!

NÃO AQUEÇA EM FORNO CONVENCIONAL, APENAS NO MICROONDAS;
SEMPRE TESTE A TEMPERATURA ANTES DA APLICAÇÃO;
NÃO USE ESSE PRODUTO EM DIABÉTICOS E PESSOAS COM PROBLEMAS CIRCULATÓRIOS GRAVES, PELES SENSÍVEIS OU COM LESÃO DE PELE ABERTA OU EM PROCESSO DE CICATRIZAÇÃO;
O USO EM CRIANÇAS DEVE SER SUPERVISIONADO POR UM ADULTO.
NÃO LAVE O SAQUINHO DE MANEIRA ALGUMA. PARA LIMPAR, USE UM PANO LEVEMENTE ÚMIDO E DEIXE SECAR NATURALMENTE À SOMBRA.


Peça já a sua! 




DOR de CABEÇA? DOR no PESCOÇO?

Você sabia que a sua MÁ POSTURA pode estar desencadeando esses sintomas?


POSTURE-SE!

Conheça o dispositivo postural que vai MELHORAR sua POSTURA.




sexta-feira, 11 de maio de 2018

13 de Maio - Dia das Mães




Ser mãe é carregar no corpo o dom da criação, a dádiva da vida, e no coração um amor que não conhece limites pela vida toda. Ser mãe é chamar para si a maior e mais divina das responsabilidades. É ter no colo o poder de acalmar, no sorriso o poder de confortar. Ser mãe é ser estabilidade e fortaleza, mesmo na incerteza, mesmo no sofrimento. Ser mãe é tudo isso e muito mais, mas acima de tudo é ter a capacidade de amar incondicionalmente os seus filhos! 


terça-feira, 8 de maio de 2018

Veja como ajustar sua Muleta Axilar




As muletas axilares são indicadas para conferir mais equilíbrio quando o indivíduo está com a perna, pé ou joelho machucado, mas elas devem ser usadas corretamente para evitar dor nos punhos, ombros e costas.